POR Conrado Cacace 11/01/2017 - 10h35

Palmeiras de 2017: mais forte que o campeão de 2016?

O Palmeiras se reapresentou ontem e a lista de jogadores à disposição de Eduardo Baptista dá uma excelente pista de qual será o elenco definitivo para o início da temporada. Alexandre Mattos ainda lida com algumas indefinições, mas a tendência é que até o final da semana que vem, quando teremos o amistoso contra a Chapecoense, todas as pendências tenham sido resolvidas.

Felipe Melo, Guerra e Mina ainda não se apresentaram, mas devem se juntar ao grupo em breve. Dos atletas que voltaram de férias, apenas Arouca, Rafael Marques e Barrios ainda podem deixar o clube.

As baixas em relação ao ano passado já confirmadas são Roger Carvalho, Gabriel, Matheus Sales, Cleiton Xavier e Gabriel Jesus.

Vagner, João Pedro, Allione e Leandro Pereira nem se apresentaram e estão em fase final de negociação para se transferirem.

Assim, a imagem abaixo pode representar um bom rascunho de como será o elenco que disputará o Paulistão e a fase de grupos da Libertadores:

No gol, a provável saída de Vagner abre caminho para a promoção de Daniel Fuzato, que voou na Copinha, apesar da fragilidade do time, composto em sua maioria por meninos do sub-17 e que acabou eliminado na noite de ontem na segunda fase.

A lateral-direita ainda inspira cuidados. Jean é absoluto na posição, mas não temos um reserva definido. A negociação com o Sport por Samuel Xavier não vingou e o clube ainda tenta desenrolar a situação de Fabiano com o Cruzeiro. Como estepe, Michel Bastos pode ser deslocado.

A zaga segue sendo um setor muito bem servido. Mattos e Eduardo trocaram Roger Carvalho, o quinto zagueiro do elenco, por Antonio Carlos, da Ponte. Aqui, sem sustos, bem como na lateral esquerda, que manteve a dupla Zé Roberto/Egídio, e ainda conta com Fabrício para uma eventualidade.

Para pensarmos no time do meio para a frente, precisamos assumir um esquema de jogo e tudo indica que Eduardo Baptista deve adotar como esquema-base o 4-1-4-1 – o que não significa que, no decorrer da temporada, ele não use a vastidão do elenco para configurar outras variações.

Nesse esquema, a proteção à zaga tem Felipe Melo, Thiago Santos e Rodrigo como volantes mais combativos – e Arouca ainda pode ser outra opção caso permaneça no Verdão. A linha de 4, em tese, será formada por Tchê Tchê, Moisés, Guerra e Dudu, e Eduardo terá pelo menos mais oito opções: Michel Bastos, Hyoran, Raphael Veiga, Keno, Erik, Roger Guedes, Fabrício e Vitinho. Rafael Marques ainda pode complementar esse quadro. É um leque absurdo de opções.

Na frente, Barrios é o titular neste momento, mas não é segredo para ninguém que o Palmeiras busca encaixar o paraguaio em outro clube e assim liberar os recursos da Crefisa para serem aplicados num reforço de peso para a posição. Alecsandro e Erik seguem como alternativas.

Assim como no ano passado, as primeiras movimentações sugerem que a conta das contratações feche na casa de oito. Mas ao contrário de 2016, o elenco foi reduzido: já tivemos nove saídas e três ainda podem ser concretizadas.

A base do time campeão brasileiro foi mantida; a tendência é que oito titulares sejam mantidos. Os reforços dão a impressão que o time será mais forte ainda, apesar da irreparável perda de Gabriel Jesus. Dependendo de quem será a peça de reposição, essa impressão pode se confirmar.

O início da temporada vai se aproximando e a ansiedade toma conta de toda a torcida. Poucos adversários se reforçaram com competência e não seria nenhuma arrogância de nossa parte projetar mais um ano de protagonismo do Palmeiras. É claro, isso não quer dizer que temos obrigação de sermos campeões da Libertadores e do Mundial, mas podemos exigir que o time chegue com força em todas as competições que disputar. Títulos são apenas consequências dessa condição.

Precisamos continuar fazendo a nossa parte, enchendo os estádios e sustentando a associação ao Avanti. E se você ainda não fez sua carteirinha, não existe momento melhor do que este: CLIQUE AQUI. Pode ser o diferencial entre ter ou não ter um grande novo atacante. AVANTI PALMEIRAS!



COMENTÁRIOS